Studio Ghibli - A Princesa Mononoke (1997)







~adoro o Totoro bancando o garoto propaganda~














Vivo reclamando por ter nascido na década errada e blábláblá. BUT, eu tive a oportunidade de ver a Viagem de Chihiro* umas três vezes no cinema ainda. Logo, se passa algum filme do Hayao Miyazaki na TV, eu posso ter a vida pra resolver, mas vou parar e assistir. 
Nesse domingo, passou O Castelo no Céu e Nausicaä do Vale do Vento na HBO Plus seguidos. Deu pra ver que o traço dos humanos eram bem mais grosseiros. Lembrei, então, que teve uma época ai pra trás que o Max exibiu uma série de filmes do Hayao e passaria a Princesa Mononoke, que sempre morri para assistir. Fui lá no site da HBO conferir quando passaria de novo e o filme não está disponível no meu país. Que delícia. Mas, existe torrent pra tudo e ontem, eu assisti em HD ok?


sumpimpa, esse pôster


Sinopse: 
Ashitaka é um príncipe de uma tribo considerada extinta pelos outros humanos, mas, na realidade, foi exilada pelo imperador da terra onde se passa o filme. No início do filme, Ashitaka enfrenta um demônio javali. Antes de morrer, o javali fere o príncipe, transferindo sua maldição ao jovem. Essa maldição consumirá a alma e a vida de Ashitaka, então os anciãos da tribo o aconcelham a sair à procura da origem do demônio javali.

O filme gira em torno da guerra dos deuses da floresta com os humanos que tentam destruí-la. A moral da estória fica neste contexto mesmo. Típicos dos filmes do Studio Ghibli, o final do filme não mostra muito além do que seria o final dos personagens principais, o que é um pouquinho broxante. Você vai me entender. Mas acho que o filme consegue sim passar a mensagem ecológica que Miyazaki queria e muito bem. 









BOO



Javali endemoniado - super Lúcia no céu com diamantes
Não quero dar muitos spoilers, então vamos à parte técnica:
O cenário é perfeito. Muito bem detalhado, bem colorido, bem harmônico. Eu considero o Studio Ghibli melhor que a Disney - a partir de Mogli - em  animação tradicional. Quanto à variedade de monstros: japoneses devem ser apreciadores de ácido férreos porque é loucura e preste atenção na naturalidade do movimento das personagens humanas.

Enfim: bem filosófico, bem feminista. Não é todo dia que você vai ver as mulheres da vida largando a bandidagem para fazer trabalho braçal.


Link batuta: Making of c/ sub em inglês

*O trailer do link é o mesmo que vem no DVD. Não curti a dublagem americana e por mais que eu prefiro a brasileira à japonesa, ai está. Dá pra ter uma idéia do filme.

Desculpa, eu sou uma péssima colaboradora em termos de frequência. Sou super perfeccionista e os posts demoram um tempinho para ficar prontos. Luv u guys. P0ots

Postar um comentário

Me siga no @manuelagmartins

feed.run(); //]]>
© Eu quero ser estilosa. Design by Fearne.