As tendências que as mulheres amam e os homens odeiam


Toda moça que olha sobre moda na internet já se deparou em algum momento com um post do tipo "Roupas que os homens não gostam",  "As tendências/peças que as mulheres amam e os homens odeiam", "O que o seu namorado não gosta que você use". Vai, você certamente já viu, se não lhe dou três links (aqui, aqui e aqui).

Em vários momentos da minha vida li reportagens desse tipo. Quando eu era bem mais nova, lia com o intuito de, talvez, descobrir porque minhas roupas afastavam os meninos que eu poderia vir a gostar e como poderia agradá-los, mas agora leio com curiosidade cultural. Primeiramente fico muito feliz em dizer que hoje em dia a opinião de ninguém, homem nenhum (ou até família) me impede de usar algo que gosto, e acho que isso é mais importante que qualquer reportagem, principalmente se ela está num site tão cafona quanto o Terra. Segundo,quer coisa pior que generalização de gosto e machismo juntos num artigo de moda? Quero dizer, a moda deve ser um negócio divertido e esse tipo de coisa consegue tirar a graça da brincadeira. Esse tipo de texto generaliza todos os homens e os reduz a um estereótipo que se limita a gostar da mulher “gostosona” que usa apenas vestido curtinho e salto. E, é claro, que só se veste assim quando sai acompanhada do seu dono, até porque, mulher que se dá ao respeito não sai por ai sozinha.

Além de generalizar os homens, publicações como essas ofendem todas as mulheres com suas mentiras. Quem disse que todas os homens gostam de mulheres com apenas com um modelo de roupa? E por que deveríamos nos vestir para agradar os homens e as pessoas que seguem tais “tendências”?

Se qualquer pessoa não gosta de uma peça de roupa X ela simplesmente pode escolher não usá-la. Simples assim. Isso não se aplica apenas a esse contexto, mas a qualquer contexto em que alguém não goste da vestimenta, conduta e até da fuça do outro. Hoje em dia se tornou algo tão regular criticar os outros porque eles não se encaixam em nossos padrões pessoais, mas, muitas vezes, não percebemos que nós não nos encaixamos nos padrões de outras pessoas também. E nem devemos.

A moda é só um pequeno instrumento, dentre tantos outros, de afirmação de individualidade e independência humana. E puxando para o lado feminista da coisa, independência de nós mulheres para nos vestirmos como quisermos porque simplesmente temos liberdade para tal.

Vi poucos artigos, direcionados a homens, falando como eles deveriam se vestir e, mesmo assim, ninguém se importa, porque eles vão usar a camisa de time que amam, independente da namorada odiar ou não. E tem que ser assim, não deveríamos ter medo de nos expôr, ainda mais na vida a dois.


E as críticas às mulheres são infinitamente piores, escutamos até de nossas mães que não nos damos ao respeito quando saímos de roupas curtas ou ainda que não arrumaremos namorados porque estamos desleixadas. A vida tem muito mais do que homens. Eu me dou ao respeito quando uso uma roupa espalhafatosa porque estou sendo fiel à minha personalidade.

4 comentários

  1. É isso aí Manu, somos barbies lindas e loiras em fila ou pessoas, individos únicos? Prefiro ser única. Bju

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post manu, tem realmente várias peças de roupas ou de maquiagem que os homens não gostam e percebo isso quando saio com o meu namorado, por exemplo, ele não gosta de batom escuro mas eu amo então quando não to de batom já é uma surpresa porque faz parte da minha personalidade já. Qual seria a graça se vestíssemos só o que eles gostam? Moda assim como você disse é um meio de liberdade, um meio de se expressar através de uma roupa e se sentir muito bem com aquilo e afinal se o seu parceiro estiver com você porque gosta de você ele não vai se importar mais com uma roupa e maquiagem do que com o seu interior (parece clichê mas é verdade). Gostei muito do post manu, parabéns <3

    ResponderExcluir
  3. ''que só se veste assim quando sai acompanhada do seu dono, até porque, mulher que se dá ao respeito não sai por ai sozinha.'' caraca, perdeu o meu respeito com essa frase exorbitantemente machistas.
    vem ca, quantas coleiras vc tem em casa para usar quando sai com seu companheiro? ops ''seu dono''?

    ResponderExcluir
  4. Eneida acho que você não entendeu que esse trecho é uma ironia. É justamente contra esse tipo de machismos que eu brigo contra. Perdão se escrevi mal a ponto de você entender como se eu apoiasse essas coisas, mas tive bastante cuidado de revisar o texto várias vezes por mais de uma semana para que não houvesse essas dubialidades

    ResponderExcluir

Me siga no @manuelagmartins

feed.run(); //]]>
© Eu quero ser estilosa. Design by Fearne.