Não quero ser bonita

Beleza é a palavra que define o universo feminino. As revistas são voltadas para sermos mais magras, com a pele melhor, com a roupa ideal, maquiagens, cosméticos, perfumes, tudo gira em torno disso. Para sairmos à procura de um par, passamos horas nos arrumando para ficarmos uma melhor versão de nós mesmas e chamar atenção de alguém.

O mercado de moda e entretenimento exige mulheres maravilhosas como os rostos que veremos nas revistas e televisão. Quem nunca ouviu que está ou ficou solteira porque está "um bagaço"? Tudo se trata de nossa aparência.


Ouvi de um ex namorado que ele prefere mulheres atraentes à esquisitas, e que bem, eu me encaixava nas esquisitas. Primeiro ouvi isso como um tapa na cara, hoje já olho para este comentário com outros olhos. Não quero ser uma mulher atraente, quero ser bonita, estranha, divertida, trabalhadora, atenciosa, engraçada, determinada, talentosa, carinhosa, pontual, sedutora, inteligente, livre, poliglota. Quero ser milhares de coisas, várias delas independem da minha aparência, do meu peso, de como cuido do meu cabelo e da minha pele.


Mas a sociedade exige beleza da mulher. E as mulheres que escolhem abdicar desse tipo de cuidado para realizar outras atividades são consideradas desleixadas, preguiçosas, ficarão sempre sozinhas. E olhe para a situação dos homens, eles mesmos afirmam que quando não são tão atraentes na beleza, usam de outros artifícios da personalidade como ser engraçado ou até ser rico (mas nem comento meu desprezo por gente que quer atrair os outros assim), mas quando uma mulher é engraçada ou rica ela provavelmente vai ouvir "é tão engraçada, mas só serve como amiga", "é engraçada, mas tão feinha", quando não intimida algum homem por ganhar muito bem.


Somos reduzidas unicamente à nossa aparência, não importa o quão bem sucedidas nós somos em nosso trabalho, amizades, amor, nossa beleza é assunto constante para os enxeridos. Aliás, nossa aparência é sempre associada à vida amorosa ou a falta dela, mesmo quando não estamos procurando.


Eu gosto de me sentir bem e bonita, mas não é a única coisa que importa pra mim e numa maioria das vezes não é a minha prioridade. Eu gosto de usar coisas diferentes, combinações que às vezes são feias porque eu gosto da liberdade da moda e ser original e ousada é mais importante do que ser atraente. Nós devemos nos sentir lindas sim! Lindas todos os dias, mas somos muito mais do que simplesmente mulheres lindas, somos seres inteiros com sonhos, dores, desejos, metas e tudo isso deve ser olhado antes de nosso visual. Somos lindas porque somos pessoas. E as pessoas certas perceberão isso em nós.

6 comentários

  1. Por mais posts como esses Manu!

    ResponderExcluir
  2. Manuuuu que post maravilhoso!!! Amei mesmo... "por mais posts como esse"². Me identifiqueim, pq sou esquisita!!!

    ResponderExcluir
  3. Um dos motivos de eu acompanhar o blog é exatamente esse
    vc tem opinião própria, a sua forma de vestir é ousada e cheia de personalidade

    adorei o post!! "por mais posts como esse"³

    ResponderExcluir
  4. Não tenho nem como falar o quanto que fico feliz por essa repercussão positiva. :)

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto, me representou.

    ResponderExcluir

Me siga no @manuelagmartins

feed.run(); //]]>
© Eu quero ser estilosa. Design by Fearne.