Mudanças para alimentar a alma

Minha vida passou por grandes mudanças nos últimos meses, as quais principalmente posso atribuir ao término do meu relacionamento. É, quem já viveu isso sabe o quão complicado e difícil isso é, não importa se as duas partes estão de acordo com o fim, quando ele chega não tem como fugir dos seus efeitos.

E este período da vida é importante para o nosso redescobrimento, é legal tirar um tempo e se conhecer novamente e ver o que você precisa. E houve tantas coisas que por mil motivos eu deixei de fazer, mas que tenho voltado para me cuidar, não só do corpo, mas principalmente da alma. Hoje tento focar minhas atividades para coisas que me dão prazer e me farão bem, o que não quer dizer que só faço o que gosto, longe disso, desafios, dificuldades e obrigações também me fazem bem, me fazem sentir um pouco mais dentro dos eixos e em crescimento lidando com várias coisas.


Trouxe aqui uma pequena listinha das coisas que tenho retomado no meu dia-a-dia, estas são apenas atividades concretas, mas quem sabe mais pra frente eu posso abordar mudanças mais psicológicas e me abrir um pouquinho mais.


1. Comer bem


Comer bem inclui minha dieta para emagrecer, mas é muito mais que isso, é comer com saúde pensando no que vai me nutrir e me fornecer energia para funcionar bem. Quando a gente para pra refletir as funções do alimento no nosso corpo, temos muito mais consciência de porquê fugir de fast-food e açúcar em excesso, não é porque engorda, mas esses alimentos fornecem tanta gordura, químicos danosos para o organismo.
Alimentos chave que minha nutricionista (@anacarolnutri) me passou: frutas; carboidratos complexos (grãos integrais); sementes como chia, linhaça; bastante alface, tomate, cenoura, cogumelos; azeite e ficar longe de molhos de salada prontos.

2. Estudar línguas
Sempre gostei muito de estudar línguas, e por alguns anos fiquei parada, mas voltei a estudar francês e ainda planejo retomar espanhol e começar russo e árabe.
Estudar uma língua nova é bom porque você tem contato com culturas novas e pode ser um conhecimento útil futuramente. Além de que você pode complementar seus estudos com música, filme e livros.

3. Manter a leitura em dia
Sempre gostei muito de ler, tenho o maior prazer nisso e acho que há livros pra agradar todo mundo. Ler é uma atividade boa que nos desconecta um pouco do momento presente e nos leva a outras realidades ou a refletir sobre a nossa. 
O bônus é que é uma boa distração para quem pega transporte público e perde muitas horas do dia nele. 

4. Praticar exercícios


Passei muitos anos sendo muito sedentária, pedalava vez ou outra, fiz umas aulas de crossfit. Eu não era totalmente anti-exercícios, mas confesso que ficava muito feliz em ver TV ao invés de botar o corpo para mecher.
Mas pensando mais na minha saúde, sei o quanto isso era prejudicial à minha saúde. Então tenho retomado mais atividades diariamente, estou indo pra faculdade de bicicleta, fazendo aulas de circo e fazendo séries de exercícios em casa e na rua mesmo (porque abomino academia). E há muito que dá pra fazer só com o próprio corpo e um espacinho livre.

5. Desconectar da tecnologia e se conectar com a natureza e pessoas
Em tempos de redes sociais constantes, passamos tanto tempo grudados ao celular, televisão e computador. E isso nos isola, todo mundo já deve ter passado pela situação de estar num lugar com várias pessoas que se conhecem e uma grande maioria estar mexendo no celular.
Gosto de tirar um tempo de vez em quando pra desligar o celular e aproveitar o tempo com as pessoas ao meu redor completamente ou estar em contato com a natureza. Seja por um dia, já alivia bastante a cabeça e me dá uma sensação muito gratificante.

Postar um comentário

Me siga no @manuelagmartins

feed.run(); //]]>
© Eu quero ser estilosa. Design by Fearne.